quarta-feira, 22 de outubro de 2014

...





No momento certo

No diário da vida

Eles se encontraram

Ele poeta das estrelas

Ela aprendiz do espaço

Atraídos pelo destino

Guiados por sentimentos

Separados pela distância

  Passam os dias...

Correm as horas...

Minam os segundos...

Ele prisioneiro do tempo

Ela algemada a razão

Ambos seguindo a missão

Afastados em corpo

Unidos pela alma

Renascem novos dias...

Recriam novas horas...

Reconstroem os segundos...

Ele se torna vento

 Ela se faz brisa

Juntos entrelaçados no tempo

Ligados pela paixão e dor

Sentenciados a viver o amor




Tatiana Moreira




quinta-feira, 9 de outubro de 2014

***





Quando amadurecemos,
aprendemos a podar
a arrogância e a mesquinhez;
a dar chances.
Quando amadurecemos,
aprendemos a tolerar,
não porque o outro merece,
mas para nos preservar.
Quando amadurecemos,
aprendemos a arte de dar paz
a nós mesmos."


Jackye Monteiro








terça-feira, 16 de setembro de 2014

...







E o vento
Toca a pele
*
Traz de longe
Algo que ninguém vê
*
Ele me traz você!



Tatiana Moreira




domingo, 17 de agosto de 2014

...




Quando as palavras ganham vida
E do papel parecem querer saltar
São momentos contigo que tento vivenciar



Quando pressinto intensos chamamentos
Vindos de tão distante me alcançar
Consigo como teus os identificar



Quando a carência tudo desconsola
E um perfume invade o meu ar

Sinto meu pensamento indo te encontrar





Quando a dor parece mais forte
E ao senti-la percebo a lágrima deslizar

Entendo que a ausência tende a machucar




Quando a saudade quer assolar


E por dentro tudo parece desmoronar
Recorro as tuas palavras para me alimentar




Quando o fantasma do esquecimento
Em minhas lembranças querer te apagar...
Renascerei em forças para em mim te guardar.

Tatiana Moreira





quarta-feira, 6 de agosto de 2014

O som da sua voz...




Há dias em que a saudade bate forte em meu peito.

O som da sua voz fica em harmonia com as batidas do meu coração.

E os dias parecem conspirar para que tudo me faça lembrar de você.

Talvez seja lá... Naquele tempo em que eu gostaria de estar...

Tempo de descobertas e um amor puro.

E tudo o que sabíamos era que seria necessário acontecer!

Ainda guardo no mais íntimo de mim o seu toque, o seu olhar, o seu sorriso, e a sua maneira de me fazer crer que o mundo pode ser bem melhor quando nos amamos e amamos as pessoas ao nosso redor.

Tudo o que eu queria era que o tempo não passasse e eu pudesse aproveitar intensamente cada segundo na sua presença.

Mas o nosso tempo juntos se expirou... E ficou algo bom, um sentimento de que tudo valeu a pena e de que foi perfeito enquanto durou...


E assim, eu te levo comigo por onde eu for... E muitas vezes ainda ouço a sua voz falando baixinho para o meu coração.



Tatiana Moreira 




terça-feira, 29 de julho de 2014

Arte de amar...




Os seus olhos

Insistem em me ver...
E me enxergam com encanto!
E as suas mãos
Buscam as minhas...
E nelas querem entrelaçar!
E os corpos como um imã 
Num segundo nos atrai...
E os sentimentos dessa vida
Por momentos nos distrai!
Sei que estás comigo...
Guardando-me e guiando no pensar
E eu te levo comigo por onde for...
Pois assim é a arte de Amar!


Tatiana Moreira