quarta-feira, 29 de outubro de 2008

Soneto da desilusão


Triste! Assim descrevo meu dia
Saudade que arromba meu ser
Dias que passam na ausência
Em sonhos que procuro te ver

Sensações que sangram a alma
Dilacerando as expectativas sentidas
Roubando assim minha calma
Alimentando minhas verdades contidas

Se não queria magoar
Porque então alimentar?
Porque cativar em vão?

Foram minhas escolhas!
Foram minhas querências!
Foi assim a minha desilusão!


Tatiana Moreira
© Todos os direitos reservados



11 comentários:

nas asas de um anjo disse...

é um soneto trsite, mas bonito.

acredita q "depois da tempestade,vem a bonaça" e tu não serás excepção!

ainda escreverás da alegria do amor, compartilha e das loucuras do desejo, numa doce poetisa como tu.

bjs

Dauri Batisti disse...

Um soneto por si só já é nostálgico, falando de tristeza ainda mais. Mas há beleza.

Pelos caminhos da vida. disse...

Bonito mas um pouco triste.
mas qdo a tristeza toma conta da gente fazer o que né!

Obrigada pela visita.

beijooo.

ANIMAÇÕES disse...

As vezes nossas escolhas não são nossas..
mas de nosso interior...
que está além de nossa vontade e de nossa razão...
Bonito o poema...
sensível..
Brigadim pela visitinha no blog..
Beijo

Jacinta Dantas disse...

Nossa, como transmite beleza e sensibiidade o que acabo de ler. É triste, mas, muito bonito.
Abração

Ah! o texto, com sua participação, ficou pronto. Valeu!

Luis F disse...

Um lindo e triste soneto.

Adorei ler... estás de parabéns pela escrita que aqui deixas.

Com amizade
Luis

Pequena Kah disse...

Muito obrigada Tatiana, fico feliz que tenha gostado. Valeu pela visita, será bem vinda sempre.

Você escreve muitissimo bem, lindo soneto, embora triste, melancólico, extremante tocante. Parabéns.

Beijinhos.

Luciana disse...

Oi Tatiana!

Esse filme é lindo demais, eu tenho muitos trechos,frases e diálogos para colocar no meu blog sobre esse filme, mas vou postando com o tempo por que eu tenho muitas coisas sobre esse filme e sobre outros filmes também e gosto de postar por dia fica mais interessante, a voz da Mandy Moore é linda bem suave nas minhas postagens antigas (no mês de Julho) tem outro tema do filme Um Amor Para Recordar.

Gostei do Soneto da desilusão tu escreve muito bem parabéns!

Bjs e uma ótima quinta-feira!

Diogo Viana disse...

É otimo poder presenciar o florescer de uma escrita, preciso ainda ver mais de ti por aqui, esta é so uma visira cordial.
Obrigado pela visita.

Elcio Tuiribepi disse...

Olá Tatiana, continuando a contagem...rsss
Não é que li o coments do mano por aqui. Vale dizer que ele foi bastante coerente com as palavras, menino bom de arte e também de escrita, quando ele quer,é claro...
Como todos já disseram, muito bonito o poema, mas um pouco triste, mas o que se leva da vida, senão aprendizados constantes em nosso dia a dia...bola pra frente sempre, muita paz para você...Ahhh...você esqueceu o N na palavra "sangram"...já sei..é a correria, mas arruma aí, pra ficar tudo perfeitinho...boa quinta...bjo e parabéns pela forma e jeito.

Pelos caminhos da vida. disse...

Passei por aqui.

Bom dia.

beijooo.