terça-feira, 9 de dezembro de 2008

Ela pensava que já havia passado

por tudo que a fizesse sofrer...

Que já havia aprendido nas quedas

a levantar-se mesmo que cambaleante

e enfrentar a vida.




Ela acreditava que a palavra merecia crédito.

Que todos nós somos passíveis de erro.

Que perdão é um gesto nobre,

mesmo que muitas vezes a realidade seja contra.




Ela sonhava com um futuro promissor

Que as sementes plantadas se transformassem

em flores, mesmo que para isso ela precisasse

semear em terrenos áridos.



Ela pensa, acredita e sonha...

Que a inspiração a move ...

para onde o vento quer

que ela esteja!




Pois a Fé e a Esperança,

sempre alimentaram o seu coração!





Tatiana Moreira



29 comentários:

frAgMenTUS disse...

q lindo, Tati.
podemos ser sonhadoras, viver em função de ideiais q parecem ingénuos e, por vezes, irrealizáveis mas o importante é sermos fieis a nós mesmos...e ao amor!
gostei mt da parte das flores semeadas em terreno árido...quanta sabedoria, kida poetisa.
bjs luz e paz

Diogo disse...

Fé, mãe da esperança e da caridade. Fé e esperança jamais devem sair de nosso coração... a certeza de que vale a pena amar e compreender, seguir e perdoar é o que nos permite a felicidade desde ja.
Matermos a alegria de viver é mostra de que concordamos com as palavras de Fernando Pessoa, "tudo vale a pena se a alma não é pequena"!
Abraço e muita esperança sempre amiga!!!!

Vanessa. disse...

Fantástico Tatiana ;D

Pelos caminhos da vida. disse...

Bom dia!

Tem selinho lá para vc.

bjs

Izinha disse...

Amiga, q lindo!... a fé e a esperança são alavancas q nos impulsionam para um melhor viver.

bjos e ótimo dia prá vc!

Verônica disse...

Nossa que lindo, deixar de acreditar.. JAMAIS....

Déia disse...

Que lindooo Querida!!

Sem Fé e Esperança nao existiriao sonhos..
Não existindo sonhos não haveria vida!!

beijos querida linda postagem com lindas imagens

beijokas

Dauri Batisti disse...

Fé e esperança. Vamos! Vamos adiante. Haverá de ser melhor, tudo, para todos.

Um beijo.

Bandys disse...

Tatiana,
Lindo!
A fé tem que ser inabalável!
O sonho é o viveiro da esperança.

No imenso viveiro do sonho nascem tenros rebentos de esperanças, e os brotos crescem alimentados pelo sonho, quando se tem fé.

beijos

paula barros disse...

Muito bonito. Penso que viver seja assim, caímos, levantamos, por vezes erram com a gente, outras vezes somos nós que erramos, e sempre ter fé, esperança, sempre sonhar, nunca desistir dos sonhos.

abraços

FERNANDA & POEMAS disse...

Olá querida Tatiana... Belíssimo poema, bem acompanhado pelas fotos...Beijinhos de carinho e ternura,
Fernandinha

Luciana disse...

Oi, Tati, minha amiga, que linda postagem, sabe que eu me senti nela principalmente em relação ao perdão que para mim é muito difícil infelizmente eu sou muito rancorosa não gostaria de ser, pois sei que isso só faz mal para nós mesmos, mas estou tentando aprender a perdoar e entender o perdão, obrigada pelas lindas palavras que me deixaram muito feliz e emocionada (não vale me fazer chorar rsrsrs) e sobre o filme ele é mesmo de se refletir.

Bjs e um lindo dia pra ti.

Poeta Eterno disse...

Esperançoso... ainda bem que restou esse fio de esperança, alguem que acredita e que pode semear alguma coisa viva!!! Ainda que a esperança de que cresça seja pouca.

Luciana disse...

Oi Tati, obrigada por ser a primeira a visitar o meu novo blog, adorei, eu fiz esse blog por que tem mensagens lindas no orkut e algumas eu recebo de amigos e como não gosto de deixar nenhum recado na minha página no orkut por que mesmo bloqueando eu ainda fico meia assim, então eu resolvi fazer esse blog e deixar tudo guardado aqui assim tem mais privacidade do que no Orkut por causa de certas pessoas que estão no Orkut depois tu vai entender quando eu te enviar outro e-mail.

Bjs.

águia_livre disse...

Nunca se deve deixar de acreditar

Lindo


Se o desejarem, visitem:

http://pensamentosedevaneiosdoaguialivre.blogspot.com/
.

Gleidston dias disse...

Acreditar sempre,
lindo lindo sua
reflexao.
parabens.

beijo.

Jacinta Dantas disse...

Bacana isso, menina, a esperança a gente mantém sempre viva.
Adorei as imagens.
Beijos

PS: Adorei a imagem do olho. Ela é sua?

Fernando Santos (Chana) disse...

Oi Tatiana, belo poema...Espectacular...
Beijos

Celamar Maione disse...

Taty
Com a fé alimentando seu lindo e sensível coração, nada tens a temer.
Um grande dia pra ti !
Bons ventos.

Anjo De Cor disse...

Que Bonito Tatiana ;)a fé e a esperança movem o mundo e o nosso pensamento...
Um Grande Beijinho ;)

Pelos caminhos da vida. disse...

Tati gostaria de ser seguidora do seu blog,mas não tem o link de acompanhar.

Otimo dia para vc amiga.

beijooo.

☆Fanny☆ disse...

Olá Tati! Conheço-te através da Asas de Anjo, e tenho lido, sentido a tua esrita. Escreves tão bem! Não poderia deixar de passar por aqui mais uma vez e nada dizer!

Posso perguntar-te como se coloca esse tipo de letra, já que o blogspot só permite outras?

Adoro a música que por aqui toca...maravilhosa!

Um beijinho*
Fanny

Branca disse...

Lindinho aqui...
Escreve muito bem...
virei mais vezes!

Branca.

Elcio Tuiribepi disse...

Olá, as pessoas já deixaram tantas palavras sobre esperança e fé, que escrever mais seria chover no molhado, mas, penso que a vida é assim mesmo, feita de altos e baixos,o que vale é tentar manter o sorriso valente, eu ainda tento manter o meu nas horas complicadas...rsss
Quanto ao desafio...a frase é meio estranha, mas vou deixar assim mesmo...Aí vai...Processo remoto e desconhecio dentro da minha mente. (do livro...Não verás país nenhum).
Um abraço...

AugustoMaio disse...

Perfeito.

anjo disse...

Ol a amiga o texto esta lindo é preciso realmente ter fe par viver esta vida de tanto sofrimento e ter esperança e acreditado q o dia de amanhã será melhor e termos caridade uns dos outros pk todos nós precisamos uns dos outros para vivermos e ter Esperança de uma vida melhor por isso amiga acredita e tem fe que seras feliz ;) boa semana um forte abraço de anjos

joyce domingos disse...

....passando pra mais uma vez dizer que o post está lindo...parabéns....

beijo*****

Helena Paixão disse...

Um poema lindissimo que aprecio pelo seu positivismo. É preciso sempre acreditar que nem tudo é mau ou corre mal e que a vida, depois da tempestade, tráz também a bonança.
Bom fds :)

André L. Soares disse...

Diante de tudo que já disseram, resta-me dizer: poema perfeito. Nele as pelavras estão harmonicamente colocadas, de modo que se pode captar todo o sentimento desses versos. Cheguei aqui por acaso, através do blog da Rita Costa. Gostei do seu blog. Volto depois para ler mais. Um abraço!