segunda-feira, 27 de julho de 2009

Asas

-->

-->
Recebi de Ti
Numa doce ternura
Um par de asas
Nelas em que me acolhia
Quando a saudade invadia
Ao abri-las
Tinha o poder de viajar
Mesmo sem sair do lugar
E junto a Ti
Eu sempre estava!

Mas... O tempo passou...

E por mais que eu tente
Já não estão como antes
As penas pesam no desencanto
Doem causando feridas
Para não mais sucumbir
Nessa espera...
Devolvo para Ti
As tuas asas...
E peço ao tempo que cure
Ajudando-me a viver
Sem Ti e sem elas!
Tatiana Moreira





-->
Uma bela semana para Todos!
Um beijo carinhoso