domingo, 27 de dezembro de 2009

Mar infinito...



-->
Procuro na minha escrita a ponte que me leva até você
Sinto um turbilhão de ideias que invadem a serenidade
Sua presença é constante em meus sonhos e realidade
Sendo força inesgotável com que te vivo no aqui e agora



Vejo-te em toda a parte, estás nos pensamentos que tenho
Sinto-te no ar que respiro. Estás na saudade que transpiro
Em cada dia que passa, eu sinto que lentamente avanço
Fluo para dentro de Ti, como um rio que corre para o mar


Um mar infinito e profundo, feito de amor que transborda
Abundantemente para dentro de mim, causando ondas
Sendo sempre esse desassossego e vontade de aproximar
Vou perdendo-me no que de Ti sei e no quero ainda saber


Nesta distância que o tempo ignora, as palavras se perdem
Entre uma reticência e outra, não encontro mais palavras
Hoje apenas sei sobre essa sede intensa que sinto de Ti
Peço que não me deixe nesse mar imenso naufragar.


Tatiana Moreira