quinta-feira, 11 de fevereiro de 2010

Desnudar-se

 


-->
As coisas acontecem de forma tão sutil que acabam nos envolvendo e encantando.
Recebi um e-mail do meu amigo Éder com um vídeo fantástico da música “Stand by me” 

Clique no link abaixo para apreciar!!!

Repassei o e-mail para alguns amigos inclusive para o Elcio que também já havia recebido 
o mesmo vídeo do nosso amigo em comum Éder.

O mais legal de tudo isso, é que o vídeo mexeu com nosso interior e daí surgiu 
de forma surpreendente o poema, que irei compartilhar com vocês. 

Agradeço aos meus Amigos Éder e Elcio, por esse momento tão gratificante.

A todos vocês, desejo um ótimo carnaval... 
Brinquem bastante, aproveitem todos os momentos, 
mas tudo com moderação e responsabilidade!



Um beijo carinhoso



Desnudar-se


Não fascinante
Seria o dom do artista
Se ao desnudar-se poesia
Dom mais puro de tua alma
Escondesse em versos ricos
Tua face, teu sorriso
Teus receios


Não fascinante
Seria o tom do artista
Se ao desnudar-se música
Tom mais límpido de teu cerne
Desafinasse em semitons
Tua vida, teu encanto
Teus anseios


Tão fascinante
É a clareza do artista
Que ao despertar-se palavra
Eco mais puro de tua arte
Encanta-nos com teu pensar
Com tua essência, teu senso
E teus versos


Tão fascinante
É a magia do artista
Que ao descobrir-se imagem
Reflexo de teu imaginário
Envolve-nos com tuas cores
Com tua nuance, teu cenário
E teus traços


Mais fascinante ainda
É a sincronia dos artistas
Que ao conceberem-se sintonia
Coral divino e orquestrado
Emitem aos nossos corações
Toda a luz e o paraíso em harmonia
Através do som, da imagem
E da escrita que aflora da alma




Elcio Tuiribepi e Tatiana Moreira