quarta-feira, 19 de maio de 2010

Palavras da Lua ao Sol

-->

-->
Amado Sol,

Queria que nossa história
não se transformasse em cicatriz
(mesmo a das mais leves).
Sempre acreditei que não devemos prometer
o que não podemos cumprir.
Então não prometo!
Apenas escrevo que hoje,
esforço-me para esquecer de Ti
E mesmo que agora o vazio seja disfarçado
por palavras de amizade,
a força com que cresces e ganhas espaço no íntimo
é mais forte e intensa que a necessidade de afastar.
Pressinto que sentes minha presença em Ti
Assim como ainda sinto que vives em mim.
Eternamente sua,

Lua

-->
Tatiana Moreira



-->

-->
Obrigada por sua presença.

Um beijo carinhoso para todos!