domingo, 5 de setembro de 2010

...




Intuitivamente vou navegando por seu mar
Mergulhando em suas ondas
Que convidativas me chamam para entrar
Aprofundo nos mistérios das suas águas
Um oceano que causa tantos receios
Conheço então o seu lado mais obscuro
Poderia afastar quem tem medo do escuro
Observo de perto os seus pecados
Adentro na imensidão de seus segredos
Verdades e mentiras que ficavam ocultadas
Vejo tudo o que eu precisava enxergar
Deslizo de volta as águas cristalinas
Nelas que quero deixar meu corpo flutuar
Encarar o que é realidade e fantasia
Entender as razões das idas e vindas
Das fortes ondas desse nosso (a)mar.


Tatiana Moreira