sexta-feira, 22 de outubro de 2010

Partidas e chegadas...


Poderia ter sido diferente... Mas não foi!
Quis o destino que os nossos caminhos se cruzassem e assim pudéssemos sentir tudo o que fosse preciso para crescermos e nos aperfeiçoarmos enquanto seres humanos.
Nossas pegadas foram registradas no mais íntimo de nós e a cada avanço que nós fazíamos mais deixávamos que o outro descobrisse os nossos mistérios e encantos. Desnudando a nossa alma e nos mostrando tal como somos em essência. Assim fomos entrelaçando os fios que nos aproximavam e prendiam. Essas tênues linhas que em pequenos toques podiam romper... E algumas foram cortadas romperam-se na dor, fazendo com que a nossa alma sangrasse. Nós nos magoamos, ferimos e afastamos. Acreditando que isso fosse curar as feridas.
Esquecemos que marcamos um ao outro, com algo sagrado que é o amor e este sentimento quando sincero torna-se eterno. Por mais que hoje possamos não compreender as suas razões...

Tatiana Moreira




A amiga do blog Os meus ensaios 
foi quem me convidou para fazer esta viagem...

Obrigada por sua lembrança!

Quem se habilitar a dar vida 
as suas partidas e chegadas 
que se junte a nós!


Beijos