domingo, 28 de fevereiro de 2010

Postagem Coletiva...

  




A construção de um mundo melhor esta em minhas mãos e nas mãos do meu próximo. Se cada pessoa fizer o seu melhor e tratar o seu semelhante com respeito e consideração o mundo tende dia a dia a melhorar.
Não posso ficar esperando que as mudanças aconteçam fora de mim, em primeiro lugar eu quem preciso saber direcionar a minha vida, os meus pensamentos, os meus atos e as minhas atitudes em prol de um mundo melhor e mais justo.
Costumo dizer que eu nasci e cresci acreditando no amor e que pretendo morrer ainda acreditando nesse sentimento que me move no mundo. Quem verdadeiramente ama, transforma não somente o seu mundo, mas o mundo de todos aqueles que o cerca.
Quer uma receita para dias cada vez melhores? Cultive o amor, exercite a educação, desenvolva a consideração e transmita o respeito.
Pequenos gestos são capazes de realizar grandes feitos!




Está postagem faz parte da postagem coletiva proposta pela Andreia.


quarta-feira, 24 de fevereiro de 2010

Seria fácil...


Seria fácil dizer adeus

Se os meus olhos conseguissem

Desviar dos teus tantos encantos


Seria fácil afastar sem olhar para trás

Se todos os meus sentidos

Não estivessem aos teus ligados


Seria fácil negar que eu te amo

Se eu soubesse controlar minha saudade

Separando dos teus os meus sentimentos


Seria fácil apagá-lo da memória

Se ao acordar você não fosse à razão

Da motivação que guia os meus caminhos


Seria fácil arrancá-lo da mente

Se ao adormecer por ti não fossem

Cada um dos meus muitos sonhos


Seria fácil dominar minhas emoções

Se ao sentir intensas vontades

Não fossem por ti os meus anseios


Seria fácil conviver com minhas lembranças

Se elas não machucassem a cada ausência

Em que sinto a sua falta nos meus momentos



Tatiana Moreira







Então meus amigos...

Seria fácil... Mas não tem sido!

Portanto, deixo para vocês o meu carinho...

E a certeza de que amar sempre valerá à pena!



Um beijo carinhoso



domingo, 21 de fevereiro de 2010

Puro êxtase

-->

 
Como uma felina selvagem e atroz
Atenta a ti apuro os meus sentidos
Obedeço todos os meus impulsos
De longe acompanho seus passos
Desafiando-o de forma instigante
Observando todos os seus gestos
Atraindo-o no ar com o meu cheiro
Garras afiadas num instinto feroz
Provocando-o de maneira ardente
Pêlos arrepiados em puro êxtase
Olhar firme, altivo e dominante
Contagiando-o de maneira veloz
Inspirando o desejo em sua mente
Que a mim se entrega em deleite...



Tatiana Moreira


-->
Desejo a todos uma ótima semana!
Um beijo carinhoso

terça-feira, 16 de fevereiro de 2010

...



Intuitivamente vou navegando por seu mar
Mergulhando em suas ondas
Que convidativas me chamam para entrar
Aprofundo nos mistérios das suas águas
Um oceano que causa tantos receios
Conheço então o seu lado mais obscuro
Poderia afastar quem tem medo do escuro
Observo de perto os seus pecados
Adentro na imensidão de seus segredos
Verdades e mentiras que ficavam ocultadas
Vejo tudo o que eu precisava enxergar
Deslizo de volta as águas cristalinas
Nelas que quero deixar meu corpo flutuar
Encarar o que é realidade e fantasia
Entender as razões das idas e vindas
Das fortes ondas desse nosso (a)mar.




Tatiana Moreira




quinta-feira, 11 de fevereiro de 2010

Desnudar-se

 


-->
As coisas acontecem de forma tão sutil que acabam nos envolvendo e encantando.
Recebi um e-mail do meu amigo Éder com um vídeo fantástico da música “Stand by me” 

Clique no link abaixo para apreciar!!!

Repassei o e-mail para alguns amigos inclusive para o Elcio que também já havia recebido 
o mesmo vídeo do nosso amigo em comum Éder.

O mais legal de tudo isso, é que o vídeo mexeu com nosso interior e daí surgiu 
de forma surpreendente o poema, que irei compartilhar com vocês. 

Agradeço aos meus Amigos Éder e Elcio, por esse momento tão gratificante.

A todos vocês, desejo um ótimo carnaval... 
Brinquem bastante, aproveitem todos os momentos, 
mas tudo com moderação e responsabilidade!



Um beijo carinhoso



Desnudar-se


Não fascinante
Seria o dom do artista
Se ao desnudar-se poesia
Dom mais puro de tua alma
Escondesse em versos ricos
Tua face, teu sorriso
Teus receios


Não fascinante
Seria o tom do artista
Se ao desnudar-se música
Tom mais límpido de teu cerne
Desafinasse em semitons
Tua vida, teu encanto
Teus anseios


Tão fascinante
É a clareza do artista
Que ao despertar-se palavra
Eco mais puro de tua arte
Encanta-nos com teu pensar
Com tua essência, teu senso
E teus versos


Tão fascinante
É a magia do artista
Que ao descobrir-se imagem
Reflexo de teu imaginário
Envolve-nos com tuas cores
Com tua nuance, teu cenário
E teus traços


Mais fascinante ainda
É a sincronia dos artistas
Que ao conceberem-se sintonia
Coral divino e orquestrado
Emitem aos nossos corações
Toda a luz e o paraíso em harmonia
Através do som, da imagem
E da escrita que aflora da alma




Elcio Tuiribepi e Tatiana Moreira