segunda-feira, 10 de janeiro de 2011

Quantas estações têm um coração?





Chegaram trazendo tamanho encanto
Que logo estavam ardendo em paixão
Cobertos e embalados em divino manto
Abrigados em ferventes ondas de verão
Caminhavam juntos livres da solidão
Conduzidos para longe do monótono
Embriagados em profunda inspiração
Apaixonados estavam por todo o outono
Tomados por intensa cumplicidade
Sentimentos crescendo, parecia eterno
Trocas de carinho, gestos de intimidade
Por amor aqueceram os dias de inverno
Novas flores nasceram para perfumar
O casal amável que surgiu naquela Era
História de amor e poesia a se consagrar
Sementes ricas de uma farta primavera
Ambos conheceram a força do que nasceu
Vivenciando de forma ardente cada emoção
Mas a saudade entre eles cresceu
Perguntam ao destino:
Quantas estações têm um coração?


Tatiana Moreira