quarta-feira, 21 de setembro de 2011

Silêncio...


Ouço o silêncio...
Que hoje vive em meu coração
Lembro ecos apaixonados
Nascidos em outra estação
Sobrevivem em mim os versos
Que outrora construímos
Adornando intensa paixão
Neste calar que invade a alma
Busco forças para esquecer
Apagar da lembrança o semblante
Guardado na memória do meu Ser



Tatiana Moreira





Olás...
Agradeço a todos os que passam por aqui...
Obrigada por sua presença e palavras!
Um abraço carinhoso


35 comentários:

Milton Kennedy disse...

Oi amiga Tatiana,
talvés o eco dos versos ainda sobreviverão, mas pode ser um sinal de que valeu a pena, de que foi bom!

Grande abraço, saúde e muita paz!

=)

Natalia Oliveira disse...

Lindeza, dizer o quê depois de ler palavras que tocam e embalam a alma como as suas palavras?
Não sei não Tati, mais acho que é chegada a hora da sua estrela brilhar!
Inspiração e Amor em você é o que não faltam: Que venha o seu livro!
Beijocas

Sonhadora disse...

Minha querida

Hoje apenas passando para te ler e deixar um beijinho.

Sonhadora

✿ chica disse...

Sempre maravilhosas tuas poesias Tatiana! um beijo,tudo de bom,chica

ellen disse...

Há imenso tempo que não a visita Tatiana...

Belíssimo poema!

Beijinho

Deia disse...

Oi Tati! Versos que sobrevivem podem significar que ainda há uma brasa que pode ser reavivada... beijocas, Deia.

Sonia Pallone disse...

Hoje perdi-me por aqui, neste jardim encantado em que as flores são palavras... Bjs, querida.

Carla Ceres disse...

Tati, que postagem de bom gosto! O poema é lindo e as imagens criam um efeito muito especial. Parabéns!

EDER RIBEIRO disse...

Tati, vc como ninguém consegue "falar" de sentimentos que toca a alma. Exuberante. Bjos, pessoa linda.

She disse...

Oi minha escritora querida, quem diz sou eu! Amo tudo que vc escreve... É tão lindo, tão profundo... Adoro mesmo! Minha Linda muito obrigada por seu carinho! :D Aquelas flores era pra vc tb! ;)
Beijo, beijo e carinhos!
She

Vinha disse...

Oi Tati, assim me sinto ja alguns anos, vc com seus belos textos conseguir descrever exatamente o que sinto. bjus querida.

Vinha disse...

Oi Tati, assim me sinto ja alguns anos, vc com seus belos textos conseguir descrever exatamente o que sinto. bjus querida.

cidinha disse...

Olá, Tatiana. Belo! profundo. Sobrevivem em mim os versos que costruimos, muita emoção amiga... Vc é adorável! Bjos no seu coração e obrigada sempre! Tenha uma boa noite.

Carina Rocha disse...

Tatiana, é um prazer ler-te! Cada vez que aqui venho delicio-me!

Carina Rocha disse...

Tatiana, é um prazer ler-te! Cada vez que aqui venho delicio-me!

Anne Lieri disse...

Tati,poesia sempre muito linda de sua alma tão sensivel! É muito triste quando termina um amor!Bjs,

Gabi Bebel disse...

Obrigada por te votado na mel.
E parabens por esse blog maravilhoso que é o seu.
Adoro vim aqui ler as poesias.

Paula Barros disse...

O silêncio que vai tocando os sons que temos dentro de nós. O silêncio que acorda as lembranças. O silêncio que nos faz escrever belas lembranças.

abraço

Mário Margaride disse...

Lindíssimo poema, Tatiana!

Adorei ler!

Tem uma excelente noite!

Beijinhos...

Mário

Maria José Rezende disse...

Olá Tatiana. Amei o seu espaço, seus poemas. Aqui há muita sensibilidade. Beijos e obrigada pela visita.

Sandra disse...

Comemorar meu aniversário na sua companhia é maravilhoso. Estou feliz em comemorar mais um ano de Vida. Fazer mais uma vez aniversário é ter a certeza de que DEUS, nos concedeu a oportunidade de mudança e reforma em nós. É ter a certeza que a nossa Missão ainda não terminou.
É muito bom ter VOCÊ COMIGO, neste dia tão ESPECIAL.
OBRIGADA PELA SUA COMPANHIA.
CARINHOSAMENTE,
SANDRA

Valter Montani disse...

Muito lindo Tati! palavras com uma grande carga de emoção, que se tornam leves quando lidas com olhos calmos se abrimos a janela do coração. bjs e bom fim de semana!

Aleatoriamente disse...

Tati querida.
Entro aqui e sinto a paz e a beleza da poesia.
É lindo teu "jardim".
Belo poema amada.

Feliz primavera .

mfc disse...

As memórias acompanham-nos sempre... e devemos relacionarmo-nos bem com elas!

Livinha disse...

O silêncio ecoa, trás a lembrança, outras vezes nos chega como bálsamos de esperança. Amigo conselheiro, coniventes conosco, nos guarda silenciando nossas falas, confidente amigo das horas a toa...

Tão lindo Tati, como é bom te ler, a gente viaja, navega e divaga, tantas coisas por se ver...

Lindo fim de semana pra ti amiga

Bjs

Livinha

Ilaine disse...

Silêncio que ecoa, que fala, que lembra outras estações. Silêncio que busca...

Lindo e delicado poema, Tatiana. Em seus versos encontro alguns laivos de tristeza. Beijo

Maria disse...

Um poema de uma nostálgia que toca a nossa alma, lindo!
Bom domingo
Beijinhos
Maria

O Que o Tempo Escreve disse...

"Quem me dera pudesse ser
o brilho de uma estrela
No momento de tua solidão
a mostrar-te que Tu não estás só."

Tatiana Moreira

Bjos bom domingo!

▒▓█► JOTA ENE disse...

ººº
Gostei da poesia ...!

Isadora disse...

Oi Tati! Muitas vezes algumas histórias tem apenas final. Nem feliz nem triste, apenas final. Que bom seria se todas as histórias de amor terminassem assim.
Um beijinho

Rui Pires - Olhar d'Ouro disse...

Por vezes temos de arranjar forças onde elas já não existem, mas a esperança é a última a morrer!

Gostei como habitual de ler suas palavras Tatiana!
Tudo de bom, boa semana

Paula Barros disse...

Este silêncio, nunca é silencioso. É tão cheio de tudo, tão cheio de lembranças e de saudades, que tem um rumor próprio.

beijo

José Sousa disse...

Oi Tatiana!

Mais um lindo poema que me aquece a alma!

Um beijo grande em sua alma!

Ana Casanova disse...

Belas imagens poéticas, Tatiana.

Adorei! Beijinho.

. disse...

Que lindo!