quarta-feira, 30 de março de 2011

Fátuo







Fátuo

Fátuo poema calado na umbra intensa
Um sótão profundo, imóvel, um ardil
No baú essas folhas de difícil avença
Guardarão para o nunca de modo sutil


Um dia à tona talvez possam vir
Algumas idéias de bom proveito
Pois não são todas que devem sumir
Sobretudo aquelas que guardo no peito


Com a última carga que beija o papel
Um pouco da estória de talvez ninguém
Mas como as abelhas nos doam o mel
Espero que os outros nos digam amém


A última coisa que quero deixar
É que você aí não deixe esquecer
Estando na vida não se esqueça de amar
Estando no amor não deixe de viver.


 **___________**


Insensato coração que nos amordaça
Levando-nos a agir de forma hostil
Entre perdidos desejos e lembrança
Aprisionados neste mundo estéril


Sonhos que procuram nos unir
Em laço que parece ser infinito
Sobrevoam mundos sem definir
Onde estará o nosso ligamento?


Evapora a tinta vida de forma cruel
Nos escritos onde nada concluem
Sobrevivem todos levados ao léu
Guiados, quem sabe assim confluem


Predestinados sem sequer imaginar
Vivenciam a dor até amadurecer
Esquecem a razão de se encontrar
Sentenciados por falta de amar: Morrer



 Nute
Tatiana Moreira




Olás...

Obrigada de coração a todos que participaram da 
nossa Campanha para a Doação de medula óssea. 

Como dizia Madre Tereza de Calcutá:
" O que faço, é uma gota no meio do oceano. 
Mas sem ela, o oceano será menor." 

O importante é cada um fazer a sua parte!


 Hoje a minha postagem traz a poesia de um grande poeta e músico, que eu tive o prazer de conhecer e entrelaçar palavras...

Obrigada Nute!

Um abraço carinhoso para TODOS!


sexta-feira, 25 de março de 2011

Doação de Medula óssea




Olá Pessoal! Voltei mais rápido do que eu imaginava... Mas, vocês poderão ver que é por uma causa nobre. Eu e o meu talentosíssimo amigo Milton Kennedy, resolvemos nos unir novamente e dessa vez em prol de uma campanha na qual contamos com todos os amigos da Blogosfera para divulgá-la.



A doação de medula óssea,
um gesto de amor que pode salvar vidas!



Para ser um doador, além da sua vontade, é preciso ter entre 18 a 55 anos e estar com boa saúde (diabéticos e hipertensos também podem doar) e não há peso mínimo como para os doadores de sangue.

Através de uma pequena amostra do seu sangue (5 ml) são realizados testes que determinam as características genéticas que são necessárias para a compatibilidade entre doador e paciente. Verificada a compatibilidade só aí o doador é convocado para fazer a doação.

Muitos imaginam que retiram toda nossa medula, mas na realidade é extraído menos de 10% (e ela recompõe-se rapidinho, em torno de 15 dias). 

Há duas formas de coleta: pode-se retirá-la através de uma agulha inserida próximo à bacia, ou ainda pela veia, depois de ingerida uma medicação que faz as células da medula migrar para o sangue periférico.

Para o doador, a doação será apenas um incômodo passageiro, mas para o paciente, será a diferença entre a vida e a morte.
 


Fontes de pesquisa para elaboração do texto:



Participe também divulgando esta campanha. Reproduza o desenho acima em seu blog ou site, incremente o texto e vamos difundir este ato de solidariedade. 




Ah, e procure o hemocentro mais próximo de sua residência para fazer seu cadastro de doador de medula. 


Um abraço carinhoso



sábado, 19 de março de 2011

Livre



Sou livre até mesmo quando eu me prendo

Mas, as surpresas da vida trazem desalento

Permanece na memória o que tenho apreço

Ironia do destino que me enlaça e desconheço



Nessa liberdade que me pego vivenciando

Torno livre quem eu necessito ter por perto

Quem sabe volte... Se achar que eu mereço

Ou mesmo se afaste... Assim eu o esqueço



Dou-lhe autonomia até mesmo antevendo

Que não acabará a raiz desse sentimento

Penso que só paixão traz tanto embaraço

Que no âmago da alma ocupa tanto espaço



Sou livre... Deixo livre... E estou sobrevivendo

Afasto do corpo o que carrego em pensamento

Desvio da mente o mundo que não pertenço

Força para esquecer. Ao meu coração, eu peço!



Tatiana Moreira


Olás...


Agradeço os comentários recebidos na postagem anterior.
Prometo que vou responder a todos ao longo do tempo...

Uma pausa é necessária... Mas eu volto! 

Um abraço carinhoso



sexta-feira, 11 de março de 2011

...

 Desejo por instantes...
Ser parte de ti!
Renascer... Diante de seus olhos
Ganhar vida ao toque de seus lábios
Adorná-lo com frases nuas
Embalar a minha alma na sua
Quero marcar-me na sua pele
Impregná-lo do meu perfume
Com asas de anjo afagar a sua tez
Envolver-te nessa doce embriaguez
Desejo entrelaçar-me aos seus dedos
Entregar-me em seus abraços
Termos juntos o encaixe perfeito
Entre olhares, entrega e jeito...
De nossas partes sermos o todo
Ao retornar... Ter-te em meu mundo
E vestir-me diariamente de saudade
Fazer de ti a minha rica e pura felicidade!
Guardar-te ternamente na memória...
Na melhor vivência da minha história!

Tatiana Moreira

 
Um beijo carinhoso para todos!
 
 

quarta-feira, 9 de março de 2011

Você é o único...

Ouço a melodia de sua música
Diariamente para me fortalecer
Notas que chegam, acolhe e me abraça
Dão coragem para os caminhos percorrer


Leio sempre atenta as suas palavras
Delas eu tento fortalecer a minha alma
Que afastam temores e secam lágrimas
Que erguem meu corpo e trazem calma


Compreendo o nosso mundo paralelo
Andamos muitas vezes na contramão
Unidos fortes através da fé e coração


É impossível deixar de te amar
Pois serás para sempre o meu anjo
O único que nessa vida eu desejo e amo.



Tatiana Moreira



quarta-feira, 2 de março de 2011

Minha morada em seu mundo


 
Observo o seu mundo...
Nele há tempos eu fiz morada
Construí o meu castelo de sonhos
E em alguns cômodos eu me perdi...
Projetei jardins de sentimentos floridos
Planejei varandas de amor rumo ao sol
Calculei o alicerce baseado em carinho
E portas amplas que entrassem paixão
Das janelas arejadas receberíamos afeto
Em cada corredor absorveríamos ternura
Nas escadas degraus ergueriam o respeito
Em todas as salas teríamos cumplicidade
Nos quartos o aconchego para descansar
Na cozinha espaço para todos os alimentos
A fachada enfeitada expressaria a harmonia
O imenso telhado nos protegeria da dor.
Na pintura interna detalharíamos o amor
Nessa obra tão bem arquitetada...
Eu guardaria em ti a minha alma apaixonada


Tatiana Moreira



 Aos poucos estou colocando as visitas em dia...

Um beijo carinhoso para todos!