quarta-feira, 28 de setembro de 2011

Há amor em mim...


Sim! Há muito amor em mim... E eu não economizarei palavras desse sentimento que me inunda para descrever esse amor...
Ele nasceu pequenino, como uma fonte que começa a brotar entre as pedras... Aos poucos, foi tomando o seu curso e transformando-se em uma linda cachoeira de emoções que dia após dia enriquecia mais o meu coração e banhava em mim novas fronteiras...
O volume da água a cada dia aumentava e quando dei por mim percebi que estava me transformado em um rio! Corria por leitos de águas cristalinas que me davam prazer de mergulhar e aprofundar. Mas... A correnteza muitas vezes vinha forte e em algumas vezes me levava até outras margens não tão belas quanto daquelas que deixei... Passei por muitas paisagens e obtive muitas aprendizagens! Perdia-me por vezes em miragens... Contudo a força do amor sempre me trazia de volta... E novamente guiava o meu curso, estreitando os laços e desatando os nós.
Assim fui percorrendo esses novos encontros: Tantos lugarejos, cidades, estados e países... Cada um trazendo para as minhas águas mais encanto e sabedoria. Quantas riquezas eu descobri nesses imensos universos paralelos da alma humana. Assim... Sempre seguindo em frente encorajada pelo Amor, sem entregar-me ao medo da grandeza do que sentia, deixei-me ser levada para o mar. E diante de sua grandeza eu pequeno rio joguei-me nas suas  águas profundas e revoltas... Ganhei a sua imensidão! E mesmo provando desse encontro as nossas dores, eu fiz do sal o alimento que temperou a nossa união e selou dentro de mim o forte amor que para toda a eternidade abastecerá a minha alma e entrelaçará a minha vida a de tantas outras pessoas... Pois como todos nós sabemos... Só o amor constrói histórias verdadeiras!  



Tatiana Moreira




 Essa é a minha humildade participação na Blogagem Coletiva
que comemora os 03 anos de aniversário do Blog da Elaine!
Parabéns e que possamos comemorar muitos aniversários juntas!

Um abraço carinhoso para todos!



quarta-feira, 21 de setembro de 2011

Silêncio...


Ouço o silêncio...
Que hoje vive em meu coração
Lembro ecos apaixonados
Nascidos em outra estação
Sobrevivem em mim os versos
Que outrora construímos
Adornando intensa paixão
Neste calar que invade a alma
Busco forças para esquecer
Apagar da lembrança o semblante
Guardado na memória do meu Ser



Tatiana Moreira





Olás...
Agradeço a todos os que passam por aqui...
Obrigada por sua presença e palavras!
Um abraço carinhoso


segunda-feira, 19 de setembro de 2011

Entre - Mundos


Entre os Mundos

Que nos separam

E ao longo do percurso

Pelo qual caminho

Vou levando pela mão

Dos meus pensamentos

Uma flor

A flor que aponta

Na ponta de cada dedo

O destino

A outra metade do Mundo que persigo

A outra metade, teu Mundo

Que distante...

Caminha comigo.

.

.

- Moisés Correia -


Pego emprestada as palavras do Poeta...
E descrevo o meu destino!
Um abraço carinhoso para todos 



quinta-feira, 8 de setembro de 2011

Meu pedido a um anjo...


Peço que fique...
Venha devagar e permaneça sem pressa
Aquiete as minhas ondas revoltas
Pacifique as minhas ânsias
E afaste as minhas tempestades
Faça calmaria dos meus desejos


Aproxime-se lentamente e sinta...
 
Juntos nós somos mais fortes
Reacenda em minha alma a paixão
Ilumine os meus caminhos de treva
Fortaleça as minhas verdades
Reanimando a minha fé em sonhar

Ajude-me a novamente crer... 
Que sou o seu anjo e posso voar
E que juntos possamos livremente...
Levar a todos a nossa sina de amar


Tatiana Moreira


segunda-feira, 5 de setembro de 2011

Um tanto ar, água, fogo e terra



Meus pés saíram do chão...
Abri as asas para o mais alto vôo
Fui a espaços repletos de magias
Levada por vezes por ventos fortes
De súbito eu estava em profundas águas
Mergulhando num mar de incertezas
Provando o sal de tantas desilusões
Ressurgindo nas marés da inspiração
E num piscar de olhos quando dei por mim...
Lá estava eu em meio às labaredas
Num fogo que fazia arder à pele
Tatuando na alma todas as paixões
De volta à terra firme
Descalço os meus pés ficaram
Absorvendo do chão a sua força
Criando raízes levadas ao coração
Assim me fortaleci no ar
Assim me purifiquei na água
Assim me exorcizei no fogo
E aprendi com os meus pés na terra


Tatiana Moreira