segunda-feira, 7 de novembro de 2011

Até breve!



“Milagre é quando tudo conspira contra, mas Deus vem de mansinho e com um sopro leve muda o rumo dos ventos. Milagre é quando o incerto nos abraça depois de nos atingir cruelmente com sua fúria. É quando respirar vira quase um suspiro de alivio e a vida devolve o sorriso como forma de retribuição por todo sofrimento. É o instante teimoso que resiste bravamente a um duro percurso e mantém-se em pé amparado pela força divina. É a decisão que escapa de nossas mãos, mas que antes de cair agarra-se com toda força a uma segunda chance. Milagre é o improvável gesto de carinho que impulsiona o ser humano a não deixar de acreditar.”


(Fernanda Gaona)





Este Blog tornou-se uma companhia para mim... Diariamente eu venho e leio os comentários atuais e antigos reabastecendo a minha alma do carinho das pessoas amigas. 

Infelizmente não estamos livres de dissabores e achei por bem dar-me um tempo para que a fase difícil seja filtrada no amor.

Prometo retornar e deixar novamente a minha inspiração ser levada a todos!

Agradeço de coração a todas as pessoas que sempre estiveram aqui comentando ou não ás postagens... São vocês que fazem esse Blog Simplesmente Amor ser o que é. 

Muito obrigada e até breve!



sábado, 5 de novembro de 2011

Meu aniversário!

Chegou o dia em que comemoro mais um ano de vida... 
Eu considero que não há nada melhor 
do que comemorar junto das pessoas que eu gosto! 




Vocês não imaginam como são muitas as razões para comemorar cada segundo em que vivenciei cada um desses dias e todas as pessoas que conheci e pude compartilhar as minhas emoções (aprendizados). Agradeço de coração a Deus e a cada um de vocês que estiveram junto comigo ao longo desse tempo. 



O aniversário é meu... Mas a festa é nossa!






Para brindar essa data eu escolhi trazer trechos das palavras do eterno Armando Nogueira:


“Desde então, aprendi que Nada é. Tudo depende de quem vê. Ilusões que morrem pra renascer.
A vida me ensinaria, também, que não basta entender o olhar do outro. É fundamental ajudar o outro a decifrar, corretamente, o seu próprio olhar, com todos os enigmas, com toda sorte de exclamações, de interjeições, de interrogações e reticências que perpassam a vida de um ser humano.
(...)
Bendito seja o passado que me culmina de tantos amigos e de tantas amigas. Duvido que haja neste mundo sentimento mais puro que a amizade. A amizade que já defini como sendo o amor sem segundas intenções…
Bendito passado meu, labirinto que decifro palmo a palmo como as linhas de minhas mãos.
(...)
Passado meu, és testemunha dos livros que devorei, das cartas que nunca rasguei, dos versos que declamei, das pedras que já pisei, dos voos em que me alcei, dos rios que naveguei, dos sonhos que embalei, dos lábios que beijei, dos corpos que decorei, dos rostos que afaguei.
Enfim, de tantos mundos por onde passei e de tantos outros por onde ainda passarei! 

Afinal, amigos queridos, como o poeta gaúcho Fabrício Carpinejar eu vos direi: Envelheci! Tenho muita infância pela frente! 

Um beijo, pleno dos solfejos, dos lampejos, e dos ensejos da nossa eterna amizade”.




Um abraço carinhoso e um pedaço do bolo 
que mesmo sendo virtual tem um sabor todo especial de amizade!