sexta-feira, 13 de janeiro de 2012

Foi assim...



 
E foi assim que eu te amei
Por encantadas cartas secretas
Em folhas que guardam minhas letras
E tantos sentimentos que dediquei...





Minhas emoções ganhando vida
Invadindo nosso mundo paralelo
Sacrificando nosso querer sem elo
Fazendo da ausência uma ferida





O destino tecendo as suas águas...
Chovendo intensamente duas chuvas
Uma dentro e a outra fora de mim...





Nos traços contidos dessa história,
Guardarei todos em minha memória
E o silenciarei, onde ainda for voz em mim...




Tatiana Moreira