quarta-feira, 14 de novembro de 2012

...




E ali eu estava...
Em meio ao turbilhão de emoções
Que embaralhavam os meus pensamentos
Atando e desatando tantos nós
Sentia-me em suas mãos...
Mas escorria feito areia por entre seus dedos
E você paciente e com todo o cuidado
Recolhia-me da dor
E inspirava com Amor!

Tatiana Moreira