quinta-feira, 29 de março de 2012

Um poema que fala por mim...




Agora que o silêncio é um mar sem ondas,
E que nele posso navegar sem rumo,
Não respondas
Às urgentes perguntas
Que te fiz.
Deixa-me ser feliz
Assim,
Já tão longe de ti como de mim.

Perde-se a vida a desejá-la tanto.
Só soubemos sofrer, enquanto
O nosso amor
Durou.
Mas o tempo passou,
Há calmaria...
Não perturbes a paz que me foi dada.
Ouvir de novo a tua voz seria
Matar a sede com água salgada.


Miguel Torga



Desejo dias ricos em paz e muito amor 
para todos!

Um abraço carinhoso


sexta-feira, 23 de março de 2012

...


Arranca metade do meu corpo, 
do meu coração, 
dos meus sonhos. 
Tira um pedaço de mim, 
qualquer coisa que me desfaça. 
Me recria, 
porque eu não suporto mais pertencer a tudo, 
mas não caber em lugar algum."


(José Saramago)







terça-feira, 20 de março de 2012

A poesia nossa de cada dia...

Olá Pessoal...
É sempre bom voltar a postar daqui...
Dessa vez a razão foi um convite irrecusável feito por uma pessoa muito especial que é o meu amigo Milton Kennedy, dono de um blog repleto de maravilhas.
A intenção era postarmos juntos no Dia da Poesia, mas como sabemos que a poesia é para ser comemorada todos os dias e hoje é o Dia Internacional dos Contadores de História, nós estamos aqui juntos em um poema e ilustração trazendo para vocês um pouco mais de encanto para esse Dia do Blogueiro.
Obrigada Kennedy por mais uma parceria!
Agradeço também aos amigos por estarem sempre presentes, desejo dias ricos em inspiração e paz para TODOS!!!
Um abraço carinhoso