quarta-feira, 6 de fevereiro de 2013

Paz...




Sentir é o verbo mais afetuoso que a vida nos entrega a todo o momento e que, muitas vezes, se alimenta de uma espera desatenta e de muito, muito tempo. Que a gente amanheça com um olhar comprido capaz de enxergar as miudezas mais belas da vida e um abraço apertado que nos faz distribuir laços, desmedidos, de vento em vento. 

Tudo o que verte paz, é Divino.


Priscila Rôde