terça-feira, 25 de março de 2014

Quem me dera




Quem me dera pudesse ser
o brilho de uma estrela
No momento de tua solidão
a mostrar-te que Tu não estás sozinho.

Quem me dera pudesse ser
o cântico dos pássaros
A mostrar-te que o som no ar
Sou eu a te acompanhar

Quem me dera pudesse ter
asas para levar-te em um vôo
Onde nenhuma dor pudesse sentir
e dar-te sensações de paz

Quem me dera ter o dom
de transformar o que te aflige
Assim seriam suaves os aprendizados
que em Ti ganhariam novas cores

Quem me dera ter-te
ao toque das mãos para acarinhar-te
como bem precioso que és
Dar-te o carinho necessário
para cobrir tuas chagas emocionais

Quem me dera minhas palavras
alcançassem o seu coração
Assim Tu saberias que nessa vida...
Jamais caminhará só
Junto a Ti estará sempre o meu coração!



Tatiana Moreira