domingo, 17 de agosto de 2014

...




Quando as palavras ganham vida
E do papel parecem querer saltar
São momentos contigo que tento vivenciar



Quando pressinto intensos chamamentos
Vindos de tão distante me alcançar
Consigo como teus os identificar



Quando a carência tudo desconsola
E um perfume invade o meu ar

Sinto meu pensamento indo te encontrar





Quando a dor parece mais forte
E ao senti-la percebo a lágrima deslizar

Entendo que a ausência tende a machucar




Quando a saudade quer assolar


E por dentro tudo parece desmoronar
Recorro as tuas palavras para me alimentar




Quando o fantasma do esquecimento
Em minhas lembranças querer te apagar...
Renascerei em forças para em mim te guardar.

Tatiana Moreira